Comentando o Profissão Repórter…


Vi o programa pela internet, pois ontem não aguentei e dormi na hora que fui colocar as crianças na cama… Dormi lá mesmo de tão cansada e só acordei pra ir pra minha cama. Mas a reportagem foi muito boa, só achei falha na questão de não mencionarem os nomes das  cardiopatias… e não falarem sobre o caminho que se percorre para chegar até ali… as dificuldades e a desinformação… Faltou falar da luta propriamente dita das mães, dos parentes… e deixar os médicos falarem mais… Mas imagino que não era esse o intuito do programa naquele momento, mas mostrar apenas o trabalho sendo feito…

Fiquei rememorando tudo aquilo e visualizando…Porque depois que a sala do centro cirurgico se fechou quando o Cadu entrou… Eu nem tinha idéia de como seria tudo aquilo, muito menos que meu filho, naquela época ficaria por mais de 24 hora numa máquina de extra-corpórea esperando o seu coração voltar a reagir… E mais três dias de externo aberto… Mas graças a Deus, o final foi feliz e nesses quase sete anos, posso dizer: ATÉ AQUI O SENHOR NOS AJUDOU! A minha oração é sempre que todos os cardiopatas possam ter um final como o meu, mas infelizmente não sou eu quem pode fazer isso…Nos resta orar…
E nos alegrar porque agora as famílias têm quem as represente: a ONG PEQUENOS CORAÇÕES. Esperamos que numa próxima reportagem ela ( a ONG) esteja lá pra contar histórias de muitas lutasssssssssssss!

Beijos Meninas “Pequenos Corações”!

Durcila Cordeiro

Adm. Blog e

Mãe da Bia e do Cadu

Equipe mostra rotina de atendimento às doenças de coração


O Profissão Repórter desta semana mostra o esforço dos profissionais que lidam com as doenças do coração, as que mais matam no mundo e acompanha o drama de bebês que nascem com problemas cardíacos.