Cadu faz 08 anos: Benção sobre bênçãos!


“Ó SENHOR, por amor de teu servo e segundo o teu coração, fizeste toda esta grandeza, para tornar notórias todas estas grandes coisas!” (17.19).

Durcila Cordeiro

Mãe do Cadu, da Bia e do Caio

 Eu deveria ter  vindo aqui antes, mas devido  às circunstâncias em que me encontrava, fui privada de falar da alegria de comemorar os 08 anos do meu filho exatamente no dia do seu aniverário: 15 de agosto.

Mas não é tarde para fazer isso. Pois o Carlos Eduardo, o meu Cadu,  é orgulho, carinho…bem querer.  Ele  é meu amor… pulsar  do meu coração. Foi por ele que todo esse trabalho aqui nasceu. Foi ele que me impulsionou a dividir o meu amor com vocês  e seus filhos. Foi ele quem me ensinou a ser um pouco melhor, quem me fez um bem danado!

 Mas para falar do meu filho… Eu preciso primeiro falar de quem me amou primeiro!E que mesmo sem eu merecer permitiu que a História do Cadu fosse escrita. Alguém que na sua infinita bondade e misericórdia me fez um “ favor imerecido”, me contemplou com a sua MARAVILHOSA GRAÇA! Deus é esse alguém! Deus o meu pai amado que me ama incondicionalmente.

E esse amor incondicional de Deus tem muito  de parecido(mas é muito maior ainda) com o amor de uma mãe por um filho. Do meu amor pelo Cadu. Não importa o que ele faça, o que ele se torne… Ele é meu amado.

Nestes oito anos, eu percebo a graça de Deus na minha vida e na vida do Cadu todos os dias. Não só pelo milagre que é ter tido meu filho de volta, após ele ter sido dado como um caso quase irreversível, mas porque reconheço que somos tão insignificante diante de Deus. E ainda assim Ele todos os dias nos ama com amor incondicional, me ajuda, ajuda o Cadu…

 Tudo isso de graça! Sabe o que é isso?  É algo sem comparação. Vivemos num mundo em que o que tem mais é valorizado. Mas Deus que tem tudo, que é o dono do ouro e da prata, não nos vê como vê o homem. Ele não nos vende ou empresta nada. Ele nos dá!

Este 15 de agosto e todos os anos que Deus me der para viver não serão suficientes para eu agradecer o quanto ele tem sido misericordioso para comigo, com a vida do meu filho. Por ter permitido que eu ficasse com ele. Por ter me dado esse privilégio. Um privilégio que às vezes Ele mesmo tem negado a outras mães como eu, cujos filhos foram chamados ainda na mais tenra infância. Imagino o coração dessas mães “eternamente enlutados”.

Não posso julgar a Deus por isso, nem mesmo estancar o sofrimento que isso causou a essas mães, mas sei que Ele  que é PAI, cujo único filho entregou na cruz para morrer a nossa morte para que nós vivêssemos, não é injusto, mas que faz tudo segundo o seu propósito, embora não consigamos entender  e por muitas vezes aceitá-lo.

“SENHOR, ninguém há semelhante a ti, e não há outro Deus além de ti, segundo tudo o que nós mesmos temos ouvido” (17.20). Nada merecemos e que sozinhos também não podemos nada, somente  Deus tudo pode.

Ser mãe do Cadu é um privilégio. Por meio do coração imperfeito do meu filho, eu pude também ver o coração de Deus. O seu grande amor por mim! Ele esteve presente todo o tempo. Na luta e depois na benção!

Hoje dou graças pela vida do meu Cadu, mas também por minha Beatriz e pelo meu Caio. Três filhos, três Heranças do Senhor!  Percebo que tudo que Deus faz por nós é porque nos ama. Tenho procurado viver com alegria porque tenho mais do que mereço. Isso nos basta! Obrigada Senhor!

FELIZ ANIVERSÁRIO MEU FILHO AMADO! FELIZ VIDA INTEIRA!

Antes de terminar…. eu queria deixar outra mensagem abaixo aos amigos do coração:

“Cada boa dádiva que recebes vem da minha mão (Tiago 1.17)

Pois eu sou o teu provedor e cuido de todas as tuas necessidades (Mateus 6.31-33)

O meu plano para o teu futuro sempre foi cheio de esperança (Jeremias29.11)

Porque eu te amo com um amor eterno (Jeremias 31.3)

Os meus pensamentos para contigo são incontáveis, como a areia da praia (Salmo 139.17-18)

E eu me regozijo em ti com cânticos (Sofonias 3.17)

Eu nunca deixarei de te fazer o bem (Jeremias 32.40)

Pois tu és o meu tesouro precioso (Êxodo 19.5)

Eu desejo te estabelecer com todo meu coração e toda minha alma  (Jeremias 32.41-42)

Posso revelar-te coisas grandes e maravilhosas (Jeremias 33.3)

Se me buscares de todo o teu coração, me encontrarás (Deuteronómio 4.29)

Deleita-te em mim e eu te darei os desejos do teu coração (Salmo 37.4)

Pois sou eu quem colocou em ti esse desejo de me agradar (Filipenses 2.13)

Eu sou capaz de fazer mais por ti do que jamais poderias imaginar (Efésios 3.20)

Pois eu sou a tua maior fonte de encorajamento (II Tessalonicenses 2.16-17)

Eu sou também o Pai que te consola em todas as tuas aflições (II Coríntios 1.3-5)

Quando estás quebrantado, eu estou próximo de ti  (Salmo 34.18)

Como um pastor que leva um cordeiro, eu te tenho carregado junto ao meu coração (Isaías 40.11)

Um dia eu limparei toda a lágrima dos teus olhos (Apocalipse 21.3-4)

E tirarei toda a dor que tens sofrido nesta terra (Apocalipse 21.4)

Eu sou o teu Pai e te amo, tal como amo o meu filho Jesus (João 17.23)

Pois em Jesus foi revelado o meu amor por ti (João 17.26)

Ele é a representação exacta do meu ser (Hebreus 1.3)

Ele veio para demonstrar que eu sou por ti e não contra ti (Romanos 8.31)

E para dizer que eu não estou a levar em conta os teus pecados (II Coríntios 5.18-19)

Jesus morreu para que tu e Eu pudéssemos ser reconciliados (II Coríntios 5.18-19)

A sua morte foi a expressão suprema do meu amor por ti (I João 4.10)

Eu entreguei tudo o que amava para poder ganhar o teu amor (Romanos 8.32)

Se receberes a dádiva do meu filho Jesus, recebes-me a mim (I João 2.23)

E nada jamais poderá te separar do meu amor (Romanos 8.38-39)

Vem para casa e haverá grande alegria no céu!  (Lucas 15.7)

Eu sempre fui Pai, e sempre serei Pai (Efésios 3.14-15)

A minha pergunta é: Queres ser meu filho(João 1.12-13)

Estou à tua espera (Lucas 15.11-32)

Com amor, do teu Pai

Deus Todo-Poderoso”

Anúncios

Cadu participa da Corrida do Reizinho


cadu

Carlos Eduardo (06), motivo que inspirou este site, estará neste domingo (18), participando da I Corrida do Reizinho, evento esportivo da TV Centro América em Mato Grosso (Cuiabá).

 Talvez isso não seria notícia pra nós, se não fosse o fato de que  Cadu (como é carinhosamente chamado),  não tivesse operado aos  dois meses de cardiopatia congênita (Transposição dos Grandes Vasos da Base-TGB).

 Nós sabemos que o esporte é importante para todos. Uma questão de saúde! Para os cardiopatas também, desde que seja orientado. Para o Cadu a orientação da cardiopediatra é de que ele pode praticar qualquer esporte. Mas que não seja exigido dele vencer, mas participar. O esporte tem que  ser encarado como algo para sua saúde e diversão.

 E é isso que ele vai fazer no domingo, na Corrida do Reizinho. Nós vamos torcer, mas principalmente fazê-lo sentir-se bem. Uma criança que já é mais que vencedora! E ele é! Em nome de Jesus, amém!

Torçam por ele!

 Durcila Cordeiro

(Adm do Blog e mãe do Cadu)

 A Corrida

 A Corrida do Reizinho vai reunir 1 mil participantes, de 06 a 15 anos. A exemplo da Corrida de Reis, que já é referência no atletismo nacional, a prova pretende incentivar as novas gerações premiando os vencedores de cada categoria.

Foram oferecidas 100 vagas para cada faixa etária, 50 para o masculino e 50 para o feminino. As inscrições foram gratuitas.

 A distância estabelecida, variam de acordo com a faixa etária dos atletas: Os corredores de seis e sete anos correm 50 metros; Os atletas de 08 e 09 anos correm 60 metros; Já a garotada de 10 e 11 anos, correm 80 metros. A distância da corrida para os corredores de 12 e 13 anos é de 100 metros; E os atletas de 14 e 15 anos vão correr 600 metros na Corrida do Reizinho.

 A corrida está marcada para o dia 18 de outubro no estacionamento do Ginásio de Esportes da Universidade Federal de Mato Grosso. No dia do evento as crianças e adolescentes inscritos receberão uma camiseta e o número de peito para identificação, a partir das 7h.

 Todas as crianças inscritas que participarem da 1ª Corrida do Reizinho serão premiados com medalha e certificado de participação.