Doação é vida

 

Esta página  foi aberta para falar  de doação de órgãos, de doação de VIDA!! Para compartilhar a experiência de quem está esperando  ou quem já  recebeu a  SUA VIDA  de  volta! Também alertar para esta causa. Apesar de sermos um blog que fala de cardiopatias congênitas, também  devemos falar de DOAÇÃO. Doação de coração, de pulmão … de qualquer órgão que possa devolver às pessoas a  Esperança e a vontade viver!

Venha aqui e comente… Conte a  sua história. Incentive os outros a doarem.Li outro dia que  VIDA É PRA DOAR E PRA RECEBER!

Beijos e fique abaixo com algumas informações sobre transplante!

Durcila Cordeiro

Mãe do Cadu e da Bia

Adm do Blog

Os avanços da medicina conseguiram tornar o transplante de órgãos vitais uma solução viável para doenças graves. Os primeiros transplantes de rins aconteceram nos anos 50 nos Estados Unidos. Hoje, graças aos avanços na tecnologia para cirurgia, no aprimoramento dos remédios pós-operatório, as possibilidades são maiores. Além disso, o Brasil aprimorou seu sistema de transplante durante os últimos 15 anos.

Campanha da ong Adote pela doação de órgãos

A doação de órgãos no Brasil é regulamentada pela lei 9.434, de 04 de fevereiro de 1997, e pela lei 10.211, de 23 de março de 2001, que reconhecem duas situações:

•Doação de órgãos de doador vivo, familiar até 4º grau de parentesco, mais freqüentemente de rim, pois é um órgão duplo e não traz prejuízo para o doador.

•Doação de órgãos ou tecidos de doador falecido, que é determinada pela vontade dos familiares até 2º grau de parentesco, mediante um termo de autorização da doação.

Rins cancerosos

Cirurgiões americanos acreditam ter comprovado a eficácia de uma técnica controversa de transplante de órgãos que envolve o uso de rins cancerosos.

Além disso, o Brasil, por meio do Sistema Único de Saúde, conseguiu tornar mais eficiente a necessária sistemática para que o órgão de um doador chegasse na pessoa. Muito do que foi feito é baseada na experiência norte-americana. Cerca de 95% dos transplantes realizados no país são pagos pelo sistema público de saúde e 5% são de convênios privados. Não há, no Brasil, a prática do transplante pago por particulares diretamente à equipe médica.

Obviamente, não é o sistema perfeito, mas hoje o Brasil está na lista dos países com maior número de transplantados. É o segundo lugar em número com cerca de 11 mil transplantes ao ano, perdendo apenas para os Estados Unidos.

O quadro de transplantes no Brasil

O sistema de transplante no Brasil foi se sofisticando nos últimos dez anos. As estatísticas mostram um crescimento médio no número de transplantes de cerca de 25% ao ano a partir de 2003, fazendo com que o país seja o segundo lugar em número de transplantados no mundo. Hoje, 1.338 equipes médicas em 24 estados estão prontas para receber e implantar órgãos. Apesar dos números de sucesso, as filas continuam grandes. São cerca de 70 mil pessoas esperando na fila, segundo a Aliança Brasileira de Doação de Órgãos e Tecidos, Adote. Mesmo com o crescimento dos doadores, há uma demanda maior que a procura. Muito do sucesso atual se deve à melhoria no sistema de informação e também ao esforço pessoal e institucional de profissionais e hospitais e da própria sociedade.

Evolução das doações

Tipo de transplantes 2005 2006

Valva cardíaca 151 102

Coração 196 139

Córnea 8713 10124

Fígado 956 1025

Intestino 1 1

Medula óssea 1204 1356

Ossos 759 1997

Pâncreas 63 57

Pâncreas/Rins 123 116

Pulmão 45 49

Rim 3362 3281

Total 15573 18247

(Fonte: Central de Transplantes )

Uma das reivindicações das instituições que defendem a causa é que as equipes intra-hospitalares, ou seja, os profissionais que fazem a comunicação entre hospitais para a articulação do transplante exercem exclusivamente esse tipo de trabalho. Atualmente, essas pessoas acumulam as funções com outros. Além disso, nem sempre os preços pagos pelo serviço atraem os profissionais. No Rio de Janeiro, em 2007, segundo a Adote, o preço pago por um transplante de coração era de cerca de R$ 5 mil.

Como já foi dito, muito do que tem sido feito depende do empenho de toda a sociedade. Um bom exemplo é o hospital de Messejana, em Fortaleza (CE), que conseguiu a mobilização dos empresários do interior do Estado para disponibilizar, num esquema de escala, os seus aviões particulares para pegar e trazer órgãos de possíveis doadores em cidades do interior cearense.

Além disso, alguns Estados têm trabalhado com mais afinco. Uma referência no Brasil é o Rio Grande do Sul, cujo tempo de espera em filas chega a ser de poucos meses.

(Fonte: http://pessoas.hsw.uol.com.br/doacao-e-transplante-de-orgaos.htm)

9 Respostas

  1. Durcila, me chamo Fabiane e perdi meu filho há 10 dias de uma cardiopatia congênita. Mesmo após corrigir o problema cardíaco através de cirurgia, ele veio a óbito.
    Tenho muita vontade de realizar um trabalho voluntário com crianças aqui no Rio de Janeiro. Caso vc saiba de algum, me comunique através do meu e mail???
    Grata
    Fabiane Paes

    +1

  2. OBS : moro em Vitoria – ES

  3. ESTAMOS FAZENDO ENQUETE PARA SABER A SUA OPINIÃO SOBRE VÁRIAS COISAS A RESPEITO DA DOAÇÃO DE ÓRGÃOS. GOSTARÍAMOS QUE VOCE RESPONDESSE COM SINCERIDADE. O RESULTADOS SERÁ DIVULGADA PELO ORKUT.
    ENQUETE:

    VOCE É DOADOR (A) DE ÓRGÃOS?
    ( ) SIM
    ( ) NÃO

    • Sou doadora de orgãos

      eu gostaria de saber se em meu estado tem alguma ong que eu possa fazer parte

  4. Claro querida…
    Aleluia! Ficamos felizes em saber da notícia… Desculpe-me não ter tirado antes, mas não tínhamos notícias.
    Bjs

  5. Foi pro seu email amada! Volte sempre!

  6. Durcila, me chamo Fabiane e perdi meu filho há 10 dias de uma cardiopatia congênita. Mesmo após corrigir o problema cardíaco através de cirurgia, ele veio a óbito.
    Tenho muita vontade de realizar um trabalho voluntário com crianças aqui no Rio de Janeiro. Caso vc saiba de algum, me comunique através do meu e mail???
    Grata
    Fabiane Paes

    • Fabiana, vi sua mensagem. Não há palavras para descrever a sua dor. Precisando de um ombro amigo, conte comigo, por favor. Sobre voluntariado, vc conhece o projeto Pró-Criança Cardíaca? Se quiser mais detalhes, me escreva (rebeccamramos@gmail.com). Fique com Deus.

  7. Depoimento da minha amiga Kelly, que passou no final da novela VIVER A VIDA. Ela é Transplantada pulmonar.

    http://video.globo.com/Videos/Player/Entretenimento/0,,GIM1206276-7822-KELLY+FERNANDES+COMECOU+UMA+NOVA+VIDA,00.html

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: