“Teste do Coraçãozinho” já é Lei em Cuiabá desde junho deste ano

O importante agora é continuar  esclarecendo à população e conscientizando-a desse direito para que ela possa exigir do hospital o teste

Isso mesmo! Em Cuiabá o Teste do Coraçãozinho (Oximetria de Pulso) já é lei. É com alegria que damos essa notícia, mesmo com atraso. Mas soubemos  faz pouco sobre sua sanção.  Ela é  autoria do então vereador e candidato a prefeito,  Lúdio Cabral (PT).

Essa não foi a primeira vez que Lúdio Cabral atendeu a um pedido da Associação de Assistência à Criança Cardiopata Pequenos Corações – Núcleo Mato Grosso. Uma outra lei, também proposta por ele , instituiu o Dia Municipal de Conscientização da Cardiopatia Congênita (12/jun) no município de  Cuiabá em 2010.

Quem ganha com isso é a população e as crianças nascidas no município. Uma vitória que vem sendo comemorada em vários outros municípios do Brasil, inclusive em Rondonópolis, também em Mato Grosso. Mas não vai parar por aí. A Pequenos Corações vem trabalhando incansavelmente junto à população, instituições, Poder Público, entidades de classe,  médicos  e hospitais, para que no futuro sejam implementadas no Brasil Políticas Públicas para as cardiopatias congênitas.

Teste do Coraçãozinho o que é?

O teste do coraçãozinho – cujo nome técnico é oximetria de pulso – detecta a cardiopatia congênita nas crianças logo após o nascimento. O exame é indolor e mede a quantidade de oxigênio no sangue das crianças. Se a taxa de oxigênio estiver abaixo de 95%, isso pode indicar a presença de doenças coronárias.

O Teste do Coraçãozinho é realizado com um aparelho, o oxímetro, para medir a oxigenação do sangue na mão e no pé do bebê. Vai integrar a triagem neonatal de todos os serviços. Esse teste servirá como diagnóstico precoce de cardiopatia congênita crítica.

%d blogueiros gostam disto: