• Calendário dos Cardiopatas

  • Livro da Isa

  • Arquivos

  • Vamos votar no Hospital do Davi !

  • Categorias

  • Comentários

    angela maria em Inesquecível = Thiago Saia…
    amigosdocoracao em Aprovado “Teste do Coraç…
    Francine em Vamos ajudar Bauruenses!
    iraceli donato em Rondonópolis – MT aprova…
    amigosdocoracao em Cardiologia e Neonatologia da…
  • Agenda

    junho 2012
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930  
  • mais acessados

  • Crianças do coração!

  • Enquete

  • Meta

  • Autores

  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 72 outros seguidores

Audiência Pública debaterá sobre a Cardiopatia Congênita

Da Redação

A Câmara Municipal de Cuiabá promoverá uma audiência pública para debater sobre a saúde das crianças com cardiopatia congênita em Cuiabá. Esta proposição visa à conscientização de todos sobre essa problemática, mediante o esclarecimento acerca dos procedimentos técnicos a serem adotados nos hospitais e maternidades da Capital.
 
A Audiência, proposta pelo vereador Lúdio Cabral (PT), está prevista para acontecer no próximo dia 15, às 09 horas, no Plenário das Deliberações da Casa de Leis. O evento é alusivo ao Dia da Conscientização sobre a Cardiopatia Congênita, celebrado no dia 12 de junho.
 
Cardiopatia Congênita é qualquer anormalidade na estrutura ou na função cardiocirculatória, que surge nas primeiras oito semanas de gestação, quando se forma o coração do bebê. Ocorre por uma alteração no desenvolvimento embrionário da estrutura cardíaca. Uma a cada 100 crianças nascidas vivas tem algum defeito no coração, porém em algumas crianças isto só é descoberto anos mais tarde.
 
Somente um diagnóstico precoce pode determinar de uma forma correta, qual o melhor tratamento para se tentar evitar complicações e determinar a indicação de qual o melhor momento para se realizar uma cirurgia.
 
O diagnóstico precoce, durante a gravidez, é importante para o planejamento do parto e pode salvar a vida do bebê naquelas cardiopatias mais complexas. Os índices de mortalidade decorrente das cardiopatias congênitas seriam drasticamente reduzidos se todos os cuidados pré e pós natais fossem devidamente instituídos.
 
(Fonte: O Documento 04/06/2012)

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: