Diagnóstico Precoce

Especialista do Incor mostra a importância de detectar problemas cardíacos nos primeiros dias de vida

 

Marcela Farrás

 19Dia 23 de janeiro. Além da notícia de nascimento de seu segundo filho, o jogador brasileiro de vôlei Dante descobriu que o recém-nascido Antônio veio ao mundo com uma má formação congênita no coração. Os médicos constataram a ‘transposição dos grandes vasos’, alteração que, quando detectada, precisa ser reparada em, no máximo, 20 dias após o nascimento da criança.

Crescer Online conversou com o médico Miguel Barbero Marcial, diretor da Unidade Cirúrgica Infantil do Incor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas), que explicou o problema e salientou a importância do diagnóstico precoce. Confira a entrevista.

Crescer Online – O que é ‘transposição dos grandes vasos’?

Miguel Barbero Marcial – Normalmente, é a artéria aorta que sai do coração pelo ventrículo esquerdo, e leva o sangue para o corpo todo. Quando acontece essa má formação, os vasos ficam trocados, ou seja, ao invés de sair do ventrículo esquerdo, a aorta nasce no ventrículo direito e a artéria pulmonar, que normalmente nasce do ventrículo direito e leva o sangue para os pulmões, nasce do ventrículo esquerdo.

Crescer Online – O que essa alteração acarreta?

Marcial – A falta de oxigenação. Cerca de 50% dos bebês com esse problema morrem no primeiro mês de vida.

Crescer Online – Quais as chances de um bebê apresentar tal má formação?

Marcial – O risco de o bebê ter algum problema congênito do coração é de 1%. A apresentação desta transposição especificamente acontece em um a cada 500 bebês.

Crescer Online – Existe algum exame para detectar esse problema?

Marcial – O pré-natal deve ser bem-feito, através da ultra-sonografia – exame periódico do feto -, feito pelo obstetra. Quando o obstetra detecta alguma anormalidade, ele indica um especialista em eco-intra-uterino para fazer o diagnóstico da anomalia antes do nascimento do bebê.

Crescer Online – Qual o tratamento mais indicado para esse problema?

Marcial – Assim que a criança nascer, é preciso operar e corrigir tudo. O procedimento é chamado operação de Jatene e deve ser feito, no máximo, 20 dias após o nascimento.

Crescer Online – Quais são os riscos caso o problema não seja tratado no início?

Marcial – Se não houver tratamento adequado, o bebê vem ao óbito.

(Fonte original: http://revistacrescer.globo.com/Crescer/0,19125,EFC1673173-5670,00.html

 

2 Respostas

  1. Amada Wanessa:
    A gente não consegue explicar quando essas coisas acontecem, pois a medicina faz previsões, evolui e cria técnicas…Digo que não conseguimos explicar de maneira lógica, porque provavelmente caímos nos questionamentos sobre o porquê disso ou daquilo;por que com o meu bebê e não com todos? Por que eles conseguiram e eu não? Não é verdade?
    Mas eu só sei a dizer a você que sinto a sua dor e compreendo, com o coração de uma mãe que passou perto de perder… Mas sei também que Deus é quem tem a PALAVRA FINAL de todas as coisas. Nãos são os médicos e para tudo tem um propósito. Não posso dizer qual, mas sei que um dia vc entenderá!
    Que Ele te dê o consolo necessário! Foi bom te ver aqui e compartilhando!
    Bjs e volte sempre!
    Durcila Cordeiro
    Mãe do Cadu e da Bia
    Adm do Blog

  2. Meu bebê faleceu em 36h após o nascimento. Não deu tempo de fazer a cirurgia.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: