• Calendário dos Cardiopatas

  • Livro da Isa

  • Arquivos

  • Vamos votar no Hospital do Davi !

  • Categorias

  • Comentários recentes

    Não existem comentários públicos disponíveis para exibição.
  • Agenda

    junho 2010
    S T Q Q S S D
    « mai   jul »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930  
  • mais acessados

  • Crianças do coração!

    DIA DA CARDIOPATIA CONGÊNITA SÃO PAULO CÂMARA DE VEREADORES

    DIA DA CARDIOPATIA CONGÊNITA SÃO PAULO CÂMARA DE VEREADORES1

    DIA DA CARDIOPATIA CONGÊNITA SÃO PAULO CÂMARA DE VEREADORES2

    DIA DA CARDIOPATIA CONGÊNITA SÃO PAULO CÂMARA DE VEREADORES3

    Mais fotos
  • Enquete

  • Meta

  • Autores

  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 56 outros seguidores

Cardiopatia Congênita

Manifestações no país e projetos são encaminhados para criação do Dia de Conscientização sobre a doença

Para chamar a atenção e conscientizar toda sociedade a respeito dos aspectos sociais e educativos da cardiopatia congênita, mães de crianças cardiopatas estão apoiando a iniciativa da recém-criada Associação de Apoio à Criança CardiopataPequenos Corações (com sede em São Paulo, onde convergem a maioria das cirurgias). A instituição começou  uma campanha no país para fixar o dia 12 de junho, como também Dia de Conscientização sobre a Cardiopatia Congênita.

Em vários cantos do País manifestações serão realizadas no dia 12 de junho para chamar atenção para a importância da institucionalização do Dia Nacional (inclusive existe um abaixo-assinado online e outro manual em diversos estados). No entanto, enquanto isso, em alguns municípios como São Paulo (SP), Juiz de Fora (MG), Cuiabá e Várzea Grande (MT), o dia poderá ser criado em nível de município.

O projeto que criará o Dia de Conscientização sobre a Cardiopatia Congênita – 12 de junho, em Várzea Grande, será votado no dia 09 de junho, quarta-feira, na Câmara de Vereadores local, às 18h. O projeto é do vereador Charles Caetano Rosa (PR), que foi sensibilizado pela importância da causa.

E em Cuiabá, o encaminhamento é do médico e vereador Lúdio Cabral (PT). Juiz de Fora terá o seu projeto encaminhado pelo vereador presidente do Legislativo, Bruno Siqueira (PMDB) e São Paulo o projeto é do vereador Eliseu Gabriel (PSB).

De acordo com o artigo “Cardiopatia congênita no recém-nascido”, de Rivera, I.R., e outros, publicado no Arquivo Brasileiro de Cardiologia, Vol.89, nº 1, Julho de 2007, no Brasil, treze (13) em cada mil (1000) crianças nascem com alguma malformação anatômica e funcional no coração. Apesar do impacto destes dados, não podemos deixar passar despercebido que 80% das cardiopatias congênitas permitem que a criança tenha uma sobrevida, dando condições para que ela receba o tratamento, que envolve: acompanhamento clínico constante, técnicas de exames invasivos – como, por exemplo, o cateterismo – e faça as cirurgias corretivas necessárias, já na primeira infância.

As malformações anatômicas são originárias na gestação, o diagnóstico geralmente é dado logo após o nascimento ou até o primeiro ano de vida, em alguns casos (aos que tem condições de ter um pré-natal satisfatório)

Com a criação do dia no município pretende-se ampliar o conhecimento da população sobre as cardiopatias e os tratamentos. A intenção é de todos os anos desenvolver ações educativas para informar à população sobre o que é cardiopatia, como tratá-la, apoio às famílias que passam pelo problema, como lidar com um filho com cardiopatia, promover encontros onde possam estar médicos e a família dessas crianças etc. Entre estas ações, destaca-se a celebração da data comemorativas, quando se aproveita para conscientizar a sociedade e captar o apoio da mídia para informar sobre as más formações cardíacas em bebês.

Todos têm a ganhar: A população que informada evitará o “efeito surpresa” quando se deparar com uma caso dentro da família! A classe médica, principalmente quem lida com o problema diariamente, que terão maximizada a importância sobre o tema e os pais e mães de crianças cardiopatas que  poderão vislumbrar mais investimentos  na área da saúde para o tratamento de seus filhos dentro ou fora do domicílio.

(*) Durcila Cordeiro

É jornalista, mãe de cardiopata e coordenadora das ações da ONG Pequenos Corações em Mato Grosso/Gerente Cuiabá e Várzea Grande-

Editora e Administradora do Blog Amigos do Coração

About these ads

4 Respostas

  1. Ótima,eu era uma dessas pessoas que não fazia nem idéia do que era cardiopatia congenita,só depois de ter um bebê cardiopata que eu fui descobrir o que era.
    A pequenos corações é um exemplo de boa indole e de amor ao próximo,é muito bom saber e estar “perto”de pessoas assim,se importam com os outros e fazem o bem!
    Parabéns!!!!!!

  2. Ótima a matéria!! Essa iniciativa é muito boa,para todos…. principalmente para quem é pai/mãe de cardiopata!!

  3. Amei a materia !

    Bjs

  4. Linda materia Durcila!
    Parabens!

    Tenho certeza que com todod esse movimento,logo conseguiremos apoio Federal,para que a data seja instituida.

    bjos!

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: